Planos e Preços​

Escolha o plano ideal para o seu negócio e tenha mais controle da sua empresa

R$ 49 mês

MDF-E FÁCIL - BÁSICO

- Por CNPJ
- 100% on line
- Usuários ilimitados
- Sem taxa de set up
- Cadastro de Condutores
- Até 25 MDF-e mês.
- Encerramento de MDF-e Externos

 

Assinar agora

R$ 79 mês

MDF-E FÁCIL

- Por CNPJ
- 100% on line
- Usuários ilimitados
- Sem taxa de set up
- Cadastro de Condutores
- MDF-e ILIMITADOS
- Encerramento de MDF-e Externos

 

Assinar agora

R$ 149 mês

MDF-E + CTE BÁSICO

- Por CNPJ
- 100% on line
- Usuários ilimitados
- Sem taxa de set up
- Cadastro de Condutores
- Até MDF-e mês
- Até 100 CT-e mês
- Encerramento de MDF-e Externos

 

Assinar agora

R$ 500 mês

MDF-E + CTE FÁCIL

- Por CNPJ
- 100% on line
- Usuários ilimitados
- Sem taxa de set up
- Cadastro de Condutores
- MDF-e ILIMITADO
- 100 CT-e ILIMITADO
- Encerramento de MDF-e Externos

 

Assinar agora
Plataforma de emissão 100% online

Sua operação não será afetada se as máquinas de sua transportadora falharem. Emita de qualquer computador ou aparelho com acesso a internet!

Usuários ilimitados na emissão

Cadastre a quantidade de usuários necessários para realizar suas operações fiscais.

Armazenamento ilimitado

Armazene seus documentos fiscais num ambiente online e seguro e pesquise seus MDF-e antigos sempre que quiser.

Emissão de Manifesto Eletrônico (MDFe)

A MDF-e Fácil é a plataforma online que agiliza a emissão de NF-e online. Otimize a rotina da sua empresa.

Perguntas Frequentes

Desde abril de 2016, a emissão de Manifesto de Documentos Fiscais Eletrônicos (MDF-e) é obrigatória em todas as operações de transporte interestadual de cargas acobertadas por pelo menos uma NFe.

Sim, a ausência do Manifesto de Documentos Fiscais Eletrônicos (MDFe) implica em multas que variam conforme o valor da operação ou prestação do serviço.

O sistema MDF-e Fácil oferece suporte dentro do horário comercial para seus clientes para te ajudar a solucionar eventuais dificuldades durante a emissão.

As ferramentas mais modernas e completas não requerem o download, pois funcionam em plataforma web, 100% online. A vantagem de optar por uma ferramenta que não requer o download vai além da economia de espaço nas máquinas da sua empresa. Esses softwares proporcionam uma liberdade maior aos gestores, permitindo que os documentos fiscais sejam emitidos com segurança de qualquer lugar.

À partir de 04 de Abril de 2016, todos os contribuintes do regime normal e do Simples Nacional passaram a emitir o MDFe em suas operações interestaduais, sejam de venda, transferência ou outras. O MDF-e deve ser emitido pelo contribuinte emitente no transporte de carga fracionada. Também está obrigado a emissão do MDFe, o contribuinte emitente de NFe no transporte de bem ou mercadoria acobertadas por mais de uma NFe, realizado em veículo próprio ou arrendado, ou mediante contratação de transportador autônomo de cargas. O Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais também deve ser emitido sempre que haja transbordo, redespacho, subcontratação ou substituição do veículo, do motorista, de contêiner ou inclusão de nova mercadoria ou documento fiscal. Caso a carga transportada seja destinada a mais de uma unidade federada, o transportador deve emitir tantos MDFe distintos quantas forem as unidades federadas de descarregamento, agregando, por MDFe, os documentos destinados a cada uma delas.

Assim como a NFe, o MDFe deve ser emitido através de uma plataforma à escolha do cliente. No entanto, para estar apto a realizar a emissão, a empresa deve atender aos seguintes requisitos: - Estar credenciada como emissor de NFe na SEFAZ do Estado, procedimento comumente realizado pelo contador da empresa. - Possuir um Certificado Digital para validar o documento eletrônico. Estando com a situação regular, a empresa poderá adquirir uma plataforma de emissão do MDFe e prosseguir com a sua operação de transportes. O MDF-e deve ser emitido pelo contribuinte emitente no transporte de carga fracionada. Também está obrigado a emissão do MDFe, o contribuinte emitente de NFe no transporte de bem ou mercadoria acobertadas por mais de uma NFe, realizado em veículo próprio ou arrendado, ou mediante contratação de transportador autônomo de cargas. O Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais também deve ser emitido sempre que haja transbordo, redespacho, subcontratação ou substituição do veículo, do motorista, de contêiner ou inclusão de nova mercadoria ou documento fiscal. Caso a carga transportada seja destinada a mais de uma unidade federada, o transportador deve emitir tantos MDFe distintos quantas forem as unidades federadas de descarregamento, agregando, por MDFe, os documentos destinados a cada uma delas.

O MDFe é um documento digital que foi criado para substituir o “Manifesto de Carga Modelo 25”. Nele, estão listados todos os documentos fiscais (NFe e CTe) que estão contidos em um veículo. O MDFe deve ser transmitido e autorizado pela SEFAZ do Estado, gerando o Documento Auxiliar do Manifesto de Documentos Fiscais Eletrônicos, chamado de “DAMDFE”, que deve ser impresso e enviado junto com as mercadorias até o seu destino final.- Estar credenciada como emissor de NFe na SEFAZ do Estado, procedimento comumente realizado pelo contador da empresa. - Possuir um Certificado Digital para validar o documento eletrônico. Estando com a situação regular, a empresa poderá adquirir uma plataforma de emissão do MDFe e prosseguir com a sua operação de transportes. O MDF-e deve ser emitido pelo contribuinte emitente no transporte de carga fracionada. Também está obrigado a emissão do MDFe, o contribuinte emitente de NFe no transporte de bem ou mercadoria acobertadas por mais de uma NFe, realizado em veículo próprio ou arrendado, ou mediante contratação de transportador autônomo de cargas. O Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais também deve ser emitido sempre que haja transbordo, redespacho, subcontratação ou substituição do veículo, do motorista, de contêiner ou inclusão de nova mercadoria ou documento fiscal. Caso a carga transportada seja destinada a mais de uma unidade federada, o transportador deve emitir tantos MDFe distintos quantas forem as unidades federadas de descarregamento, agregando, por MDFe, os documentos destinados a cada uma delas.

Não, a MDF-e Fácil funciona completamente online. Isso dispensa a necessidade de instalação de qualquer programa em computadores para que você possa acessar em qualquer lugar sempre que precisar.- Possuir um Certificado Digital para validar o documento eletrônico. Estando com a situação regular, a empresa poderá adquirir uma plataforma de emissão do MDFe e prosseguir com a sua operação de transportes. O MDF-e deve ser emitido pelo contribuinte emitente no transporte de carga fracionada. Também está obrigado a emissão do MDFe, o contribuinte emitente de NFe no transporte de bem ou mercadoria acobertadas por mais de uma NFe, realizado em veículo próprio ou arrendado, ou mediante contratação de transportador autônomo de cargas. O Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais também deve ser emitido sempre que haja transbordo, redespacho, subcontratação ou substituição do veículo, do motorista, de contêiner ou inclusão de nova mercadoria ou documento fiscal. Caso a carga transportada seja destinada a mais de uma unidade federada, o transportador deve emitir tantos MDFe distintos quantas forem as unidades federadas de descarregamento, agregando, por MDFe, os documentos destinados a cada uma delas.

Ao assinar o plano da MDF-e Fácil, você possui 03 dias para analisar o produto e, caso não esteja totalmente satisfeito, basta cancelar sua compra.Estando com a situação regular, a empresa poderá adquirir uma plataforma de emissão do MDFe e prosseguir com a sua operação de transportes. O MDF-e deve ser emitido pelo contribuinte emitente no transporte de carga fracionada. Também está obrigado a emissão do MDFe, o contribuinte emitente de NFe no transporte de bem ou mercadoria acobertadas por mais de uma NFe, realizado em veículo próprio ou arrendado, ou mediante contratação de transportador autônomo de cargas. O Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais também deve ser emitido sempre que haja transbordo, redespacho, subcontratação ou substituição do veículo, do motorista, de contêiner ou inclusão de nova mercadoria ou documento fiscal. Caso a carga transportada seja destinada a mais de uma unidade federada, o transportador deve emitir tantos MDFe distintos quantas forem as unidades federadas de descarregamento, agregando, por MDFe, os documentos destinados a cada uma delas.

Fique em dia com a obrigatoriedade do documento fiscal!

Criamos uma plataforma simples e fácil de usar, em nuvem, que conecta o empreendedor com tudo o que ele precisa, elimina a complexidade e facilita o controle e a organização da sua empresa.

Comercial:  (31) 3588.2747
Whatsapp: (31) 31 99224.4545
Suporte:  (31) 3423.1830
E-mail: contato@mdfefacil.com.br

© 2018 Direitos Reservados

Fale conosco via WhatsApp